Compartilhe esse Post
na suas redes sociais

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

A juventude no início do século 21

Ser jovem aos 40 anos é questão de escolha, tem a ver com a mentalidade, não com o temo de vida.

Estamos comemorando nosso aniversário 4.0, junto com a revolução 4.0 das inovações mundiais nos adaptando ao nosso sistema tradicional de ser e respeitar nossos clientes, porém, inserindo uma forma muito autêntica de relacionamento. A verdade é que não precisa ser gigantescamente tecnológico, precisa ser verdadeiro, pois um robô pode fazer qualquer coisa que for programado, menos pensar!

Juventude tem a ver com disposição de energia, animação, vitalidade, alegria, liberdade, espírito desbravador e foi assim que a ABE chegou aos anos 2000. Jovem.

Nos anos 2000, completávamos 21 anos, olha só o que encontramos nas palavras de Ilan GoldJan, economista e professor israelense-brasileiro, sobre essa década:

“De um lado, a década pode ser caracterizada por sucesso nos resultados imediatos, por outro, seu legado deixou a desejar. Ao sentir os efeitos da crise financeira internacional, o Brasil adotou uma política econômica anticíclica, tanto na esfera fiscal quanto na monetária e na creditícia. A perenização dessa política anticíclica nos anos que se seguiram é a marca inicial da adoção da Nova Matrix Econômica que desestruturou o tripé macroeconômico resultou em desequilíbrios. Anos mais tarde, esses desequilíbrios nos levaram à maior recessão enfrentada pela economia brasileira.”

Analisamos tudo isso depois de todos os fatos ocorridos, claro que é bem mais fácil, e é por isso que necessitamos de ajuda quando precisamos analisar “tendências”. Cada especialista traz consigo essa responsabilidade.

Damos o nosso melhor, para que cada vez mais, as pessoas possam viver mais seguras e com menos preocupações com sua folha de pagamento.

Nosso trabalho é ser especialista para que nossos clientes possam viver e cuidar da infância e da juventude de seus filhos, com tudo que eles merecem. Escolhemos a música dos Titãs para finalizar nosso material de hoje: Epitáfio.

Que sejam jovens de 30, 40, 60 ou 80 anos e mesmo assim, não cheguem ao fim de sua jornada cantando: “Devia ter complicado menos, trabalhado menos, ter visto o sol se pôr”.

Nosso desejo é que você possa perceber que a vida não começa nem termina aos 40, mas que ela é um dia por vez, como um jovem faz.

Até a próxima!

Deixe Seu Comentário